Glossário Fashion | Seda

 
 

O que é SEDA?

A seda é uma fibra obtida a partir dos casulos do bicho-da-seda (Bombyx Mori). Ela é um filamento contínuo de proteína, que ao ser processado em uma trama, dá origem a um tecido resistente, macio e de alta qualidade. A seda é usada em camisas, vestidos, blusas, gravatas, xales, luvas etc. Sua tem aparência cintilante é devido à estrutura triangular da fibra, parecida com um prisma, que refrata a luz.

20009774_470_main_1.jpg
20009775_002_main_1.jpg

 

Histórico

A seda é um dos tecidos mais reproduzidos no mundo, seja em fibras sintéticas como poliéster e poliamida ou até em fibras como a viscose. E não é por menos, o material é sinônimo de nobreza e exclusividade, e seu histórico é tão especial quanto.

Diz-se que ela foi descoberta por uma imperatriz chinesa que tomava chá sob uma amoreira, quando um casulo do bicho-da-seda caiu em sua xícara. Ao tentar puxar uma ponta de fio do casulo, ele se desenrolou, amolecido pela temperatura quente do chá. Foi aí que o fio de seda foi descoberto e, segundo a lenda, a imperatriz chegou a fazer um manto de seda para o imperador.

Conhecida por seu brilho e toque únicos, os filamentos da seda são um dos mais finos já descobertos na natureza. A fibra é muito resistente, ideal para temperaturas mais quentes por ter uma ótima absorção de umidade (característica comum dos tecidos de fibras naturais). Tais aspectos fizeram, e ainda fazem, com que a seda fosse um material extremamente desejado, e por muito tempo a sua produção no Oriente foi mantida em segredo.

A indústria da seda existe na China há mais de cinco mil anos e, na Idade Média, o valor de um quilo do tecido chegou a ser equivalente a um quilo de ouro. Ela era tão valiosa que fazia longas viagens para ser comercializada, o que constituiu o que ficou conhecida como “Rota da Seda”.

 

Obtenção

O bicho-da-seda passa por três fases de metamorfose: de lagarta, que é o período de crescimento, de crisálida, quando a lagarta se encasula, e finalmente de borboleta, quando sai do casulo. Na formação do casulo, a lagarta expele um filamento contínuo e viscoso que se solidifica no ar. O casulo é construído com este fio contínuo, que tem entre 1.500 a 3.000 metros de comprimento e é enrolado em torno do corpo da lagarta.

Através da sericicultura, os casulos são mergulhados em água quente para libertar os fios da substância chamada sericina da seda, matando a larva do bicho-da-seda. A substância, ao ser retirada dos fios, os deixam com o brilho característico da seda. Os filamentos são combinados para formar fios, que são enrolados e finalmente secos. Cada casulo pode render de 458 a mil metros de seda, sendo cada casulo composto por apenas um longo fio. Cerca de cinco quilos de casulos são necessários para produzir um quilo de seda.

 

Cuidados

Por sua qualidade e atemporalidade, os tecidos de seda podem ser guardados por anos. E, para isso, é preciso tomar alguns cuidados especiais.

1. Armazene em recipientes que respiram, nunca em capas de plástico - elas potencializam o amarelamento, prendem a umidade e podem até causar bolor. Prefira materiais porosos, como capas algodão.

2. Mantenha em ambiente fresco. As fibras de seda enfraquecem ao serem expostas excessivamente ao calor.

3. O ferro de passar deve somente ser usado quando absolutamente necessário. Use um ferro frio com um pano entre o ferro e o tecido. Para não correr nenhum risco, prefira os steamers de vapor ao invés do ferro, é sempre mais seguro.

4. Lave as peças de seda à mão e em água fria. Opte por detergentes para roupas delicadas e utilize uma pequena quantidade, nunca torça ou esfregue. Se não houver outra forma e você necessitar lavar a máquina, coloque sua peça em uma sacola de malha e nunca use a opção centrifugar, isso pode deixar marcas irreversíveis. O uso de secadora é proibido, já que o atrito pode danificar a peça. Para secar, você deve tirar a água para fora do tecido rolando-o em uma toalha. Pendure a peça molhada, deixe que o ar seque completamente o item de seda e não deixe-a em contato direto com o sol. 

5. A menos que a etiqueta da peça recomende a limpeza a seco, esta deve ser evitada, já que a limpeza a seco pode encolher certos tipos de seda.

 

E se você está procurando uma peça de seda super especial para chamar de sua, a AMARO pode te ajudar! Temos itens 100% seda exclusivos e que são um investimento e tanto para se ter no guarda-roupas.