6 dicas para organizar suas roupas e fazer compras mais inteligentes

 

Inspiradas pela febre da série da Marie Kondo no Netflix - a personal organizer que em 2011 lançou o best-seller “A mágica da organização” e transformou o mundo com seu método KonMarie - convocamos Antoniele Fagundes, autora do livro “Sua casa - estilo de vida, organização e decoração” e especialista no assunto para criar um guia com dicas incríveis de como organizar o guarda-roupa de maneira impecável e funcional. Anota aí:


 
liveAntonieleFagundes-0005_03.jpg
 

6 DICAS DE COMO ORGANIZAR O GUARDA-ROUPA por antoniele fagundes

Seu armário de roupas é desorganizado e encontrar uma peça pode ser um tormento? Na hora de montar um look você tem a impressão de que não tem roupa? Se a sua resposta para uma ou mais dessas perguntas for sim, este post é para você!

 
 
Ilustra_1.jpg
 

DICA 1 - MONTE A SUA MALA E SE DESCUBRA

Longe do seu armário, pegue papel e caneta e anote as roupas que você mais gosta e realmente USA. Faça uma lista contendo:

  • 5 Blusas

  • 5 Camisetas

  • 5 Calças

  • 5 Vestidos

  • 5 Saias

  • 5 Shorts

  • 5 Roupas de banho

  • 5 Pijamas

  • 5 Casacos

    É provável que em alguns dos grupos você sinta dificuldade de listar cinco itens. Neste caso, deixe apenas a quantidade que conseguir lembrar. Vale também incluir outros grupos e peças extras, se achar necessário. Finalizada a lista, é fácil concluir que as peças listadas são as mais importantes. Depois de terminado esse processo, siga para o seu guarda-roupa, separe esses itens e tente agrupá-los seguindo algum critério. Por exemplo:

    Qual o estilo predominante das roupas que você separou?

 
 
Ilustra_2.jpg
 

DICA 2 - HORA DO DESAPEGO, LET IT GO!

Agora que você separou e tirou do armário as suas roupas especiais, é hora de cuidar das que ainda ficaram lá dentro. Os nossos pertences contam a nossa história, o que gostamos e o que nos faz bem! Contudo, é importante estarmos atentos aos excessos que, intencionalmente ou não, acabam povoando os espaços do nosso armário e contribuindo para a desorganização. Então, mãos a obra! Determine um tempo máximo para se dedicar a essa tarefa e evite distrações. Siga o passo a passo:

a) Comece sempre pelos itens menos importantes. Os objetos de valor sentimental são mais difíceis de desapegar.

b) Divida seus pertences em grupos e agrupe tudo o que tiver de cada categoria - sapatos, camisetas, calças, blusas, etc.

c) Depois de agrupar tudo, defina o que fica e o que sai. Hora de desapegar e deixar ir tudo o que não usa, que não serve ou não traz boas recordações.

d) Separe os desapegos em caixas classificadas como:

Ilustra_2B.jpg

e) Depois de tudo devidamente separado, dê destino para cada uma das caixas. Em hipótese alguma abandone-as em algum canto da casa.

No final de todo esse processo, se ainda tiver dificuldade de desapegar de alguns itens, separe-os e guarde em uma mala ou caixa fechada. Guarde em um armário ou depósito por alguns meses, preferencialmente por um ano. Se durante esse período você sentir falta e precisar usar algum dos itens que estão dentro da mala, fique com ele. Caso contrário, ao final desse período, fique segura de que essas peças já não te pertencem mais.

E quanto àquelas roupas de numerações diferentes das quais você usa atualmente, o que fazer?

Se antes dos filhos ou do casamento o seu manequim era dois números abaixo e você, na esperança de voltar a usar aquela numeração mantém algumas roupas daquela época, esqueça! Se isso acontecer, você provavelmente vai querer roupas novas para desfilar por aí. Se ainda estiver na dúvida, planeje usar essa roupa no próximo evento em que ela seja adequada. Se você usar e gostar, mantenha-a no seu armário.

 
 
Ilustra_3.jpg
 

DICA 3 - CONHEÇA O SEU ARMÁRIO

Em geral, os armários são compostos por maleiros, cabideiros, gavetas e prateleiras.

dica 3_0001_maleiro.jpg

Maleiro - parte superior do armário estrategicamente reservada para acomodar malas e bolsas. Esse espaço também pode ser utilizado para guardar caixas e artigos que não são usados com frequência.

 
dica 3_0002_cabideiro.jpg

Cabideiro - Abaixo do maleiro ficam os varões onde acomodamos os cabides de roupas, os cabideiros. Esse é o espaço para acomodar roupas de tecidos que amarrotam ou que se danificam se dobrados, como vestidos de festa, camisas sociais e roupas de seda. Nos cabideiros superiores, coloque as blusas, camisas e casacos. Nos inferiores, as calças, saias e bermudas. Já os que ocupam as duas metades do armário são indicados para as roupas longas, como vestidos e macacões.

 
dica 3_0003_Gavetas.jpg

Gavetas - se você fosse projetar hoje o seu armário de roupas, eu aconselharia considerá-lo com apenas cinco gavetas. Deixe o resto para cabideiros e prateleiras. As gavetas ocupam e limitam o espaço - além de encarecerem o orçamento - porém, são úteis para guardar itens pequenos como roupas intímas, meias, pijamas e alguns shorts e saias.

 
dica 3_0000_prateleiras.jpg

Prateleiras - Elas são super versáteis e podem acomodar bolsas, sapatos, roupas dobradas e caixas organizadoras.

Para determinar onde guardar cada grupo de roupas a dica é decidir pela quantidade que você possui e analisar os espaços do seu armário. Por exemplo, suponhamos que no seu armário tenha mais cabideiros do que prateleiras e gavetas e o maior grupo é o de camisetas. Onde você acomodaria as camisetas? Nos cabideiros, é claro!

 
 
Ilustra_4.jpg
 

DICA 4 - OTIMIZE O ESPAÇO

Depois de acomodar todas as roupas no seu armário, considerando o melhor espaço para cada grupo de acordo com a quantidade de pertences, chegou o momento de dobrá-las. O tamanho das dobras precisa ser feito de acordo com a quantidade de itens que você irá acomodar em cada espaço. Distribua as roupas antes e verifique o tamanho que as dobras precisam ter. Muitas pessoas me perguntam qual o melhor tipo de dobra: aquela que não danifica a roupa, deixando seu armário bonito sem te dar trabalho. Para padronizar as dobras, use uma revista ou papel rígido.

Se preferir, faça em casa um gabarito personalizado. Siga o seguinte esquema:

Ilustra_4A.jpg

Roupas de criança ou roupas pequenas

Ilustra_4B.jpg

Blusas e camisetas femininas

Ilustra_4C.jpg

Camisetas masculinas

 
Ilustra_4D.jpg

Toalhas

Ilustra_4E.jpg

Roupas de cama

 

Encape com papel de sua preferência e depois envolva com plástico colante para durar mais tempo.

 
 
Ilustra_5.jpg
 

DICA 5 - CUIDE BEM DAS SUAS ROUPAS

Para que as suas roupas não deformem e durem mais tempo, informe-se sobre o cuidado que cada peça e tipo de tecido necessitam. Por exemplo, roupas de seda não podem ser lavadas com água, roupas de couro não podem ser dobradas, e assim em diante. Veja algumas dicas de como guardar cada tipo de peça:

Camisetas - podem ser dobradas com o auxílio de uma revista ou com os moldes feitos na etapa anterior. Separe as peças por modelo e por cor, da mais escura para a mais clara. Lembre sempre de abotoar todos os botões dos modelos que possuirem. Se houver espaço no cabideiro, pendure as camisetas nele!

Camisas - devem ficar preferencialmente penduradas no cabideiro sempre com os botões abotoados ou pelo menos o primeiro e o último. Se preferir, ou precisar dobrá-las, use o molde para padronizar as dobras.

Calças - podem ser dobradas ou penduradas no calceiro do cabide ou em suportes apropriados. Caso não tenha espaço no cabideiro para pendurar todas, escolha dobrar em formato de rolinhos as calças jeans e as de tecido que não amarrotam com facilidade.

Moletons e suéteres - podem ser dobrados e colocados nas estantes pois, em geral, são feitos de tecidos que não amassam com facilidade.

Vestidos - a maioria dos vestidos deve ser acomodada nos cabides. Porém, alguns modelos, como os de tricô, por serem pesados, podem danificar se pendurados em cabides. Nesses casos, guarde-os dobrados.

Shorts e roupas íntimas - as peças íntimas podem ser guardadas em gavetas com divisórias. Já os shorts, se não couberem nas gavetas, podem ser acomodados em prateleiras ou em caixas sem tampa.

Regatas - se sobrar espaço dentro das gavetas, acomode as regatas junto com camisetas ou itens esportivos.

 
 
Ilustra6_Opção1.jpg
 

DICA 6 - INVISTA NO QUE VOCÊ AMA

Agora que você já se desapegou dos excessos, organizou seu armário e conhece o seu estilo, fica muito mais fácil - e assertivo - fazer compras quando precisar!

A dica é investir nos itens que você mais usa e buscar peças que podem ser usadas por muitas estações. Por exemplo, se você trabalha todos os dias de roupa social, vale a pena investir em boas camisas e peças de alfaiataria.

Fique sempre atenta às roupas que estão no seu armário, deixando todas à vista para não correr o risco de comprar aquela blusinha mara, quando na verdade você está precisando de calças. Fuja de itens que chamam a sua atenção só porque são bonitos. Podemos gostar de muita coisa e nem por isso significa que vamos usá-las. Seja fiel ao seu estilo e invista em roupas que valorizem o seu corpo e te façam se sentir bem. Na hora das compras, prefira as peças que você realmente usa e, de preferência, que esteja precisando.

 
 

Para finalizar, não espere uma vida 100% organizada o tempo todo. Isso não existe! Se engana quem acredita que não é uma pessoa organizada e por isso nunca será. O segredo da organização é adotar de vez alguns bons hábitos, sermos resilientes e não nos rendermos a bagunça. Quando tudo parecer um caos, respire fundo e parta para a ação!