Vida de bailarina | Ariany Damaso fala sobre a carreira na dança

 

Ariany Damaso fala em posição de dança de balé

“Uma pessoa apaixonada pela vida, pelo que faço e pelas pessoas que me rodeiam” - é assim que começa a nossa conversa com Ariany Damaso. Bailarina do Balé da Cidade há cinco anos, ela conta que a paixão pela dança surgiu logo na infância. “Fui um dia visitar a academia que a minha mãe dançava em BH e assisti uma aula com meninas da minha idade - foi aí que decidi que ia dançar pelo resto da vida.”

fotos de Ariany Damaso dançando

A dança como profissão, porém, não foi algo planejado na vida da Ariany. “Foi tudo acontecendo de forma natural, nunca planejei ser bailarina profissional.” Prova disso é que ela chegou a começar a faculdade de engenharia civil, mantendo a vida dupla por alguns anos “até que a dança chamou mais alto e tive que escolher entre um ou outro.” E foi assim que o hobby trocou de lugar com a profissão, “o curso de engenharia foi ótimo como experiência e ainda consigo aplicar muita coisa no dia a dia - a física, por exemplo - nosso corpo e a dança são pura física!”

fotos de Ariany Damaso dançando

 
A dança não é nada se for só para você - transmitir e receber a energia das pessoas te assistindo não tem preço.

Se engana quem acha que a leveza e naturalidade dos movimentos vem apenas do talento. “Nós ensaiamos de segunda a sexta das 9h às 16h - só paramos para almoçar.” Apesar de ser uma companhia de dança contemporânea, os treinos da Ariany também incluem balé clássico e yoga, além dos ensaios para as apresentações. “É uma profissão muito linda, mas muito desafiadora também. Exige muita dedicação, disciplina e cuidado com corpo, que é o nosso material de trabalho.”

fotos de Ariany Damaso dançando

Todo o esforço, porém, é recompensado pela troca de emoções e energias nas apresentações. “A dança não é nada se for só para você - transmitir e receber a energia das pessoas te assistindo não tem preço, não importa se estou dançando no palco do municipal para uma plateia, na rua ou só para uma pessoa durante o ensaio.”

 
A dança é uma profissão muito linda e muito desafiadora também - exige muita disciplina

fotos de Ariany Damaso dançando

Na hora dos ensaios, e também na vida, conforto é prioridade para a Ariany na hora de escolher o look. “Cada momento pede uma roupa diferente. Para as aulas de balé clássico, por exemplo, gosto de roupas mais justas para poder ver mais o corpo e corrigir a postura. Já para os ensaios, procuro variar de acordo com o figurino da coreografia. Como a dança contemporânea é bem livre, tendo a ir mais para o confortável - calças larguinhas são tudo!”

fotos de Ariany Damaso dançando

Sobre a influência da dança na autoestima e formação pessoal, a Ariany garante que aprendeu e cresceu muito com a profissão. “Desde muito nova a gente aprende essa disciplina de horário, de alimentação e de se cuidar. Na dança contemporânea, você precisa antes de tudo se sentir bem como mulher.” Em relação a essa ideia de corpo padrão de bailarina que as pessoas têm, ela desmistifica: “dança é saber usar o seu corpo dentro das possibilidades dele. A aparência é a última coisa que você tem que pensar - o que faz a diferença é seu estado de espírito, quando você se sente bem a dança flui.”

foto de Ariany Damaso sentada no chão usando a linha de roupas fitness da AMARO

 
Confiança é um estado de espírito, vem de dentro pra fora - é você se sentir bem, se sentir feliz consigo mesma e com seu corpo.