Dez livros sobre mulheres inspiradoras para ler este mês

 
 

Em homenagem ao mês da mulher, a nossa Content Marketing Assistant, Ana Fraia, selecionou dez livros que contam a história de mulheres inspiradoras, seja no mundo da música, da moda, da arte ou dos negócios. Para lembrarmos sempre de que lugar de mulher é onde ela quiser #ImaginaJuntas!

 
 

 
46360083.jpg

1. Uma Autobiografia - Rita Lee

Um dos livros mais divertidos que li nos últimos tempos. Sempre gostei da Rita Lee, mas virei fã depois de ler sua autobiografia. O jeito que ela escreve e a linguagem super informal que ela usa dão a impressão que você está sentada na sala conversando com ela. O livro é dividido por curtas histórias e episódios da vida dela, o que deixa a leitura bem dinâmica. Ela já passou por tanta coisa que vocês nem imaginam. Deixe o Spotify a postos, você vai querer ouvir as músicas ao longo do livro.


42147285.jpg

2. Eu Sou Malala - Christina Lamb

Ler a história da Malala Yousafzai nos faz acreditar que existem pessoas que realmente vem prontas e com um propósito para esse mundo. A paquistanesa ganhou o prêmio Nobel da Paz com apenas 17 anos por seu ativismo em favor da educação no Paquistão. Com 15 anos de idade a menina foi baleada na cabeça ao sair da escola, simplesmente por ter se destacado entre as mulheres por lutar pela educação de meninas e adolescentes em seu país. Hoje ela vive na Inglaterra e continua lutando pelos direitos das mulheres pelo mundo. Pensa em uma mulher de fibra!


30759174.jpg

3. Faça Acontecer: mulheres, trabalho e a vontade de liderar - Sheryl Sandberg

Pra quem não conhece, a Sheryl Sandberg, COO do Facebook, é considerada uma das mulheres mais poderosas do mundo pela revista Forbes. Nesse livro, mais do que contar a sua própria história, Sheryl discute o papel das mulheres no mundo empresarial e fala da desigualdade de gêneros no mercado de trabalho. Nesse livro, ela prova que é possível ser mãe, ser esposa e ser uma executiva de sucesso ao mesmo tempo e encoraja outras mulheres a assumir mais papéis de liderança e investir nas suas carreiras profissionais. A executiva defende a ideia de que um maior número de mulheres na liderança levará a um tratamento mais justo de todas as mulheres.


pelas paredes.jpg

4. Pelas Paredes - Marina Abramovic

Esse livro está também na minha lista dos dez livros para ler este ano e sem dúvida entra para essa lista de mulheres inspiradoras. Ou seja, já são dois motivos para incluir esse na sua lista de leitura pra ontem. A Marina Abramovic, artista famosa por suas performances que desafiam o corpo e a mente, é uma mulher com uma história maravilhosa e muito inspiradora. Ela já passou por tanta coisa e já fez tanta coisa que você vai questionar a sua própria experiência de vida. Se você não conhece o trabalho dela, essa é a sua chance. Garanto que vai virar fã.


de princesa a rainha da moda.jpg

5. De Princesa a Rainha da Moda - Diane Von Furstenberg

Representando o mundo da moda, não poderia deixar de incluir a autobiografia da Diane Von Furstenberg, que de socialite e princesa europeia, se tornou empresária de sucesso e defensora dos direitos da mulher. Nesse livro, além de contar a sua história e trajetória, Diane fala sobre o que aprendeu sobre o amor, a beleza e o processo de envelhecimento. Ela divide os medos e frustrações pelas quais passou e como superou os problemas e chegou a fase de vida que está hoje.

 
 

frida.jpg

6. Frida: a Biografia - Hayden Herrera

Pensa em uma vida sofrida e em uma mulher com vontade de viver apesar de todos os problemas, o nome dela é Frida Kahlo. Nessa biografia sobre a artista mexicana você vai entender o real significado por trás das obras dela e como ela transformava seu sofrimento em arte. O livro fala sobre o relacionamento conturbado entre Frida e o pintor Diego Rivera, sua impossibilidade de engravidar, os problemas de saúde causados por um grave acidente na adolescência e sua obra, que se encontra hoje em alguns dos museus mais importantes do mundo.


17581196.jpg

7. Rainha da Moda: como Maria Antonieta se vestiu para a revolução - Caroline Weber

Um livro para quem ama moda, história e mulheres ousadas e à frente do seu tempo. O livro conta a história da rainha Maria Antonieta desde o seu casamento com o rei Luís XVI da França até sua morte na guilhotina durante a Revolução Francesa, porém não sob um olhar meramente histórico. Aqui a autora explora a influência que o vestuário tinha na vida da rainha, como o que ela vestia representava seu momento de vida e sua representatividade como lançadora de tendências.


156639.jpg

8. O Diário de Anne Frank - Anne Frank

Um dos relatos mais tocantes sobre a Segunda Guerra Mundial, O Diário de Anne Frank, é um clássico que precisa ser lido em algum momento da vida. O livro é o diário de uma menina alemã de origem judaica que registrou seus dias no esconderijo que a família viveu por alguns anos durante a guerra até serem encontrados e levados para campos de concentração, onde Anne faleceu aos 15 anos. O diário de Anne ficou famoso, pois retrata problemas e conflitos típicos de qualquer adolescente, ao mesmo tempo que registra o cenário catastrófico da guerra.


5046385.jpg

9. Cinderela Chinesa - Adeline Yen Mah

Esse é um dos meus livros preferidos de todos os tempos, ainda que relativamente desconhecido. Adeline Yen Mah conta a triste história da sua infância na China. Quinta filha de um milionário chinês, Adeline perdeu a mãe duas semanas após o seu nascimento e teve uma infância marcada pelo desprezo do pai e dos irmãos que a culpavam pela morte da mãe. Além disso, a segunda esposa do pai era uma madrasta bem no estilo Cinderela que fazia da vida da Adeline e os irmãos um inferno. A história é bem tocante e extremamente triste em vários momentos, mas ao mesmo tempo é uma história de superação e vitória. Através dos livros e do teatro, Adeline encontra a sua liberdade e a chance de escapar do seu destino.


42887521.jpg

10. #Girlboss - Sophia Amoruso

De jovem delinquente que viajava de carona e furtava lojas à empresária de sucesso, Sophia Amoruso é um belo exemplo de superação e mudança de vida. Aos 22 anos ela começou um negócio de venda de roupas usadas pelo Ebay, que oito anos depois se tornou a Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares e mais de 350 funcionários. Além de sua história, nesse livro a Sophia prova que o sucesso não está ligado a sua popularidade, mas aos seus instintos, intuição e dedicação. Uma história inspiradora para todas as mulheres em busca do sucesso.


Gostou das sugestões de leitura? Já leu algum desses livros? Compartilhe com a gente nos comentários abaixo!