O dress code de trabalho de seis profissionais de sucesso

 

Quando você pensa em look de trabalho, qual a primeira coisa que vem à cabeça?

Engana-se quem acha que advogadas só podem usar terninho e que por baixo dos jalecos das médicas existe um look pouco elaborado. Na hora de se vestir para o trabalho, as possibilidades são infinitas, mas cada profissão tem suas particularidades. Pensando nisso, reunimos seis profissionais de sucesso para contar um pouco mais sobre o dress code das suas profissões. Da advogada à médica e da coach à empresária, confira as dicas e os looks para arrasar todos os dias da semana, independente da sua área de atuação:

 
 
20190416-AMARO-live-looks-profissao_ana.jpg
 

Ana Carolina Fatala - Advogada

No mundo jurídico, como em qualquer outra profissão, as roupas que usamos podem causar impactos positivos e negativos. Inevitavelmente, é por meio da nossa imagem – o que inclui a roupa que vestimos - que os outros formam a sua primeira impressão sobre nós. Por isso, para passar maior credibilidade e seriedade – características extremamente importantes na nossa profissão – os advogados tendem a usar roupas formais.

No meu dia a dia, eu não fujo muito desse dress code mais tradicional e conservador, que inclui o uso contínuo de terninhos, camisas, calças de alfaiaria, saias mídi, scarpins e cores neutras. Porém, estou sempre tentando dar uma modernizada no look, acrescentando acessórios descolados (colares coloridos, por exemplo), ou peças de materiais nada tradicionais (calças ou saias mídi de couro). Também gosto de acrescentar uma peça de cor forte ao look - laranja e amarelo são as minhas cores preferidas.

 
 
Todo nosso trabalho está relacionado ao impacto que vamos levar às outras pessoas, nas mais simples formas.
— Nicole Tomazella, Coach
 
 
20190416-AMARO-live-looks-profissao_rebeca.jpg
 

Rebeca Gerhardt - Médica

Para mim, não existe esta ideia de se vestir de maneira específica para o trabalho, exceto nos momentos em que preciso usar as roupas de centro cirúrgico. Sempre vou ao consultório com um look arrumadinho e ao mesmo tempo confortável, que me permita estar pronta para programas após o expediente.

Geralmente, as roupas que uso para atender são as mesmas que estou quando passo visita no hospital, e que provavelmente usarei em um congresso ou evento pessoal. Para essa produção, além da beleza das cores e da mistura de texturas, optei pelo conforto do scarpin de salto grosso e fiz questão de colocar um colar para que, mesmo que eu esteja de jaleco, o visual continue interessante.

 
 
 
20190416-AMARO-live-looks-profissao_iana.jpg
 

Iana Villela - Publicitária da área de moda

Trabalhar com publicidade de moda é um desafio porque é um mercado mais permissivo em relação ao dress code. Apesar de não precisar usar um terninho ou blazer você precisa passar uma imagem profissional e ainda comunicar - através das roupas - que está atualizada em relação às tendências. É bastante comunicação para uma produção!

Eu sempre procuro incluir tendências que eu esteja curtindo muito - para esse look escolhi o contraste do cetim com o tricot, o tênis esportivo fazendo contraponto com a saia estampada e a cintura desconstruída - com o suéter por fora da saia. Além de me sentir bem, fico confortável para um dia inteiro de reuniões. 

 
 
 
 
20190416-AMARO-live-looks-profissao_stephanie.jpg
 

Stephanie Stein - Empresária

Sempre quando vou às compras, preso pelas escolhas conscientes que me geram possibilidades. Sou clássica nas escolhas, pois o clássico é sempre elegante e nunca sai de moda. Trabalho na área de varejo e isso exige que eu esteja em vários lugares no mesmo dia, sem tempo para mudar de roupa de um compromisso para o outro.

Por isso, sempre estou com um look clássico, mas com um toque de modernidade e elegância, pois do trabalho vou à algum jantar de negócios ou no meio do caminho aparece uma reunião importante, então, independente de qual cidade eu esteja trabalhando (são cinco cidades!) to sempre alinhada. Calça social, camisa, sapato ou sapatilhas e um bom blazer são escolhas à prova de erros e me deixam pronta para qualquer ocasião.

 
 
Vou ao consultório com um look arrumadinho e ao mesmo tempo confortável, que me permita estar sempre pronta para programas após o expediente.
— Rebeca Gerhardt, médica
 
 
20190416-AMARO-live-looks-profissao_fernanda.jpg
 

Fernanda Consorte - Estrategista e Relações Institucionais

O mercado financeiro costuma ser um ambiente mais sério e formal. Muitos associam a homens engravatados e mulheres de terninhos. Esqueça isso! Embora a tendência é ser mesmo mais social, é possível trazer um pouco de descontração - até para quebrar o clima e sobretudo, trazer conforto ao meu dia a dia.

Para não cair na mesmice, por que não juntar alfaiataria a uma cor forte e cortes mais modernos? Eu sempre tento usar uma calça social com um corte diferente - amo cores e blusas mais larguinhas com decote discreto. O gran finale fica por conta dos sapatos. Em um dia de reunião externa com clientes vou de salto. Já nos dias que vou ficar no escritório e terei que andar a pé, prefiro uma sapatilha mais charmosa.

 
 
 
20190416-AMARO-live-looks-profissao_nicole.jpg
 

Nicole Tomazella - Coach de felicidade profissional

Quando fiz minha transição de carreira, de Coordenadora de RH para Coach de felicidade profissional, senti a necessidade de uma transformação de posicionamento. Por isso, um dos primeiros passos que dei foi contratar uma consultora de estilo. Tecnicamente, eu estava segura do que fazer pelos meus clientes, mas não sabia levar minha mensagem para eles. E eu sei o poder que a primeira impressão tem para fecharmos bons negócios e levar nossa mensagem adiante.

Escolher as roupas que irei usar no dia seguinte faz parte de minha rotina noturna. Penso sempre no impacto que quero gerar nos clientes que atenderei no dia seguinte para escolher a melhor roupa, cores e acessórios. Vestidos e pantalonas fazem parte das minhas escolhas preferidas, bem como acessórios delicados e que oferecem harmonia ao visual. Com isso, procuro demonstrar que o simples também impacta. Como é comum atender diferentes clientes durante o dia e, consequentemente, gerar diferentes impactos, tenho sempre uma peça extra à disposição, como um blazer ou um lenço.