Dicas de Cape Town e Muizenberg, na África do Sul

 
 
Vista da cidade de Cape Town do topo da montanha Devil's Peak - Foto: Arquivo pessoal

Vista da cidade de Cape Town do topo da montanha Devil's Peak - Foto: Arquivo pessoal

Por Victoria Ranieri

Cape Town, na África do Sul, está entre um dos destinos mais procurados para se passar o Ano Novo, e uma vez lá é muito simples entender o que essa cidade tem de tão encantador. Passei um tempo em Muizenberg, uma cidade que fica cerca de 30 minutos de Cape Town e é definitivamente uma parada obrigatória para quem estiver por lá! A seguir, você confere algumas dicas dessas duas cidades e seus arredores - tirando as usuais como safari, mergulhar com tubarões brancos e fazer snorkeling com focas. 


As famosas casas coloridas na praia de Muizenberg - Foto Arquivo pessoal

As famosas casas coloridas na praia de Muizenberg - Foto Arquivo pessoal

 

Cape Point Vineyards, Noordoek

Você não pode ir a África do Sul sem ao menos visitar uma vinícola! A Cape Point Vineyards costuma fazer um mercado todas as quintas-feiras das 16h30 às 20h30. Chegando lá, compre algo para comer, há opções para todos os gostos inclusive vegetarianas, e algo para beber – obviamente que o forte são os vinhos. Logo depois sente-se na grama e assista ao pôr do sol, que é de tirar o fôlego. 


Muizenberg Beach

Apesar de ter muitos tubarões - não se preocupe, pois há um aviso de quando você deve sair da água - essa praia é conhecida como uma das melhores para se aprender a surfar. Não deixe de ir ao Surfer’s Corner, por lá você encontrará várias lojas de surfe como a Lifestyle Surf Shop, onde você pode marcar uma hora de aula (a prancha e a roupa de mergulho estão inclusas) com um instrutor. Ou caso você já saiba surfar, apenas alugue a prancha e a roupa de mergulho. 

 

O pôr do sol em Cape Point Vineyards - Foto: Arquivo pessoal

O pôr do sol em Cape Point Vineyards - Foto: Arquivo pessoal

Blue Bird Garage Food and Goods Market - Foto: reprodução/Instagram

Blue Bird Garage Food and Goods Market - Foto: reprodução/Instagram

 

The Old Biscuit Mill, Cape Town

Definitivamente uma parada obrigatória! Esse charmosso mercado acontece todos os sábados, das 09h às 14h. Vá cedo! Uma das decisões mais difíceis é em qual local comer, principalmente enquanto as pessoas vão circulando com os seus pratos. Depois de comer algo, pegue um café ou um smothie e não deixe de conferir todas as lojas e barraquinhas.

 

O Kirstenbosch National Botanical Garden - Foto: Arquivo Pessoal

O Kirstenbosch National Botanical Garden - Foto: Arquivo Pessoal

 

Greenmarket Square, Cape town

Visite essa feirinha de fim de semana, pois são os dias em que tem mais expositores. Esse é o local perfeito para você garantir os suvenires típicos africanos como máscaras, batas, pinturas, bijuterias, literalmente tudo! O segredo aqui é saber negociar, pois todos os comerciantes são muito espertos e podem cobrar algo muito mais caro somente pelo fato de saber que você é turista, então se você for um bom negociador, conseguirá ótimos preços!

 

A parte da praia que é possível chegar mais perto dos pinguins - Foto: Arquivo pessoal

A parte da praia que é possível chegar mais perto dos pinguins - Foto: Arquivo pessoal

 

Bloukrans River Bridge, Tsitsikamma, Plettenberg

Definitivamente não deixe de pular com a Face Adrenalin Bungy na Bloukrans River Bridge, é o maior bungee jump de uma ponte do mundo. Para te animar, no local do pulo fica tocando uma música superalta! E não ache que é você poderá optar se quer ir primeiro ou por último pois é o staff que escolhe a ordem dos pulos. Mas é a melhor sensação do mundo!

 

The Africa Cafe - Foto:reprodução/Instagram

The Africa Cafe - Foto:reprodução/Instagram

 

Devil’s Peak, Table Mountain, Cape Town

Em Cape Town você tem três montanhas que é possível fazer uma caminhada até o topo, são elas: Lion’s Head (+- 1h até o topo), Devil’s Peak (+- 2h ou +- 5h até o topo) e Table Moutain (+- 5 horas até o topo, ou você pode ir de bondinho que leva minutos). Todas as vistas são incríveis! Há duas trilhas para o topo da Devi’s Peak, a mais fácil (+-2h) e a mais difícil (+-5h). Leve bastante água e um lanche (fruta ou barra de cereais), um agasalho (pois venta muito no topo) e passe protetor!

 

Blue Bird Garage Food and Goods Market, Muizenberg

Esse mercado é um pouco menor do que os outros, e ele sempre acontece às sextas-feiras, das 16h às 22h. Se você não souber onde jantar e estiver pela cidade, vale a pena dar uma passada e ver entre as inúmeras delícias que eles têm.

 

Uma das opções de comida no The Old Biscuit Mill - Foto: Arquivo Pessoal

Uma das opções de comida no The Old Biscuit Mill - Foto: Arquivo Pessoal

 

Kirstenbosch National Botanical Garden, Newlands,  Cape Town

O jardim botânico é muito bonito! Vale a pena tirar um dia inteiro para visitá-lo! Caso você faça isso, leve algumas comidinhas para que você pare no meio do seu passeio e faça um piquenique.

 

Parte do Greenmarket Square - Foto: reprodução/Instagram

Parte do Greenmarket Square - Foto: reprodução/Instagram

Boulders Beach, Simon Town

Está é a incrível praia dos pinguins! Para que você tenha acesso é preciso pagar um preço, mas uma vez pago é possível visitar – no mesmo dia, obviamente – os dois lados! Do lado esquerdo está a colônia dos pinguins, onde você vê milhares deles tanto no mar nadando, quanto na areia. Já do lado direito há uma mini praia em que você pode entrar no mar, e se você der sorte, algum pinguim pode aparecer nadando por ali! Caso você queira uma foto bem de perto, é só escalar as pedras, pois alguns deles ficam por ali!

 

Bloukrans River Bridge - Foto: Arquivo Pessoal

Bloukrans River Bridge - Foto: Arquivo Pessoal

The Africa Cafe, Cape Town

Nesse restaurante, aberto somente para o jantar, você é convidado a experimentar uma típica refeição africana. É pago um valor fixo, e ao longo do jantar os garçons vão trazendo todo o menu, que é composto por comidas típicas de todo o continente africano, na medida que as comidas são trazidas é explicado um pouco sobre elas e sua origem. O mais legal é que eles te incentivam a comer com a mão, higienizando-as antes da refeição (caso você não queira há talheres). Também há pessoas passeando pelo restaurante fazendo pinturas faciais e no meio do jantar tem uma apresentação de música típica africana. Um jantar bem atípico!  

 

Topo da Devil's Peal, à esquerda Table Mountain e à direita Lion's Head - Foto: Arquivo Pessoal

Topo da Devil's Peal, à esquerda Table Mountain e à direita Lion's Head - Foto: Arquivo Pessoal