AMARO inaugura 16º Guide Shop no Morumbi Shopping

 

Já soube da novidade? A AMARO chegou para deixar o Morumbi Shopping ainda mais completo! Para celebrar a abertura do 16º AMARO Guide Shop, que tem projeto assinado pela Future Brand, reunimos clientes e convidadas especiais para um coquetel cheio de surpresas. Além dos drinks e comidinhas, rolou live painting com as artistas Marina Rodrigues e Adriana Marto, que se uniram para criar duas ilustrações exclusivas para a AMARO. Aliás, a surpresa é: a arte vencedora, que você votou pelo nosso Instagram, vai virar uma shopping bag incrível que será distribuída nos nossos Guide Shops entre os dias 15 e 23 para as compras acima de R$400!

Olha só quem esteve por lá:

 
 
 

Quer saber mais sobre o trabalho incrível da Marina Rodrigues e da Adriana Marto? Confira a nossa entrevista exclusiva com as artistas:

2.jpg
Sou super motivada pelo novo e estou sempre buscando me inovar. Acredito em um trabalho mutável, porém, com identidade autoral permanente.
— Marina Rodrigues

Você trabalha muito com formas geométricas. Como foi pra você desenvolver essa estética? Entende isso como sua marca registrada?

A arte autoral exige tempo e dedicação diária. Levei dois anos para encontrar a minha. Apesar de sempre gostar de linhas retas, tentei variadas formas de expressão, até encontrar minha identidade autoral a qual trabalho atualmente. Entendo isso como minha marca registrada sim, em infinitas formas de expressão. Não gosto de pensar em limitações. A minha arte autoral pode ser o que eu quiser. Tape art, escultura, estampa de roupa, design de mobiliário, objetos decorativos. Acho lindo ver a criatividade brincando com possibilidades de técnicas, dentro de um mesmo conceito visual. 

Como é o seu processo criativo? O que te inspira?

Meu processo criativo é baseado na minha mente quando está calma. Me inspiro diretamente no minimalismo e sou apaixonada pelo abstracionismo geométrico. Não acho que exista uma inspiração direta. Tudo que possa ser absorvido pela minha mente com ligação visual, pode virar inspiração. Arquitetura, recortes de roupa, mobiliário, sombras causadas pelo sol em formas paralelas, texturas...infinitas imagens que complementam meu cotidiano. 

1.jpg
Costumam dizer que sou muito profunda, talvez por isso o feminismo fique tão claro em meus trabalhos, sempre vou transparecer meus sentimentos e verdades.
— Adriana Marto

Sobre o pontilhismo, a técnica que usa nos seus trabalhos. Por que se interessou por essa técnica?

Eu uso hachura e pontilhismo por sempre usar nanquim e bico de pena, é uma técnica fácil para domar luz e sombra em ilustrações maiores. Além da textura me agradar um bocado...

Vários dos seus trabalhos abordam o tema de empoderamento feminino. O quão importante é para você abordar esse tema?

Sou mulher, e como todas mulheres sabemos a luta em dobro que precisamos ter para sermos reconhecidas pelo nosso trabalho. Bater nesse tema é uma regra para mim, acredito que o reconhecimento feminino vem de uma luta diária onde exigimos nossos direitos primordiais e nosso reconhecimento no mercado de trabalho ou até mesmo numa mesa de jantar. Sou muito emocional, e sempre transpareço meus sentimentos nas artes que faço, momentos que vivo. Costumam dizer que sou muito profunda, talvez por isso o feminismo fique tão claro em meus trabalhos, sempre vou transparecer meus sentimentos e verdades.